Notícias

Retrospectiva 2017: um impacto de quase 18 mil empregos no Ceará

O impacto da CSP no mercado de trabalho local é forte como o aço. O Ceará está entre os cinco estados brasileiros com maior quantidade de empregos gerados na siderurgia, atrás apenas de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo. De 2006 a 2015, houve uma alta de 767,3% na geração de vagas de trabalho no setor, segundo dados do Escritório Técnico de Estudos Econômicos (Etene) do Banco do Nordeste. O resultado está relacionado à implantação da empresa, primeira usina integrada do Nordeste. Até agora, a companhia gera 17.444 empregos, entre diretos, terceirizados e indiretos em sua cadeia de negócios.

Por ser a primeira siderúrgica integrada do Nordeste, a CSP é responsável pelo surgimento de novas profissões na indústria cearense, empregos esses que já impactam positivamente o Produto Interno Bruto do Estado, como operadores e profissionais de manutenção em Pátio de Matérias-Primas siderúrgica, Alto-Forno e Planta de Tratamento de Gás (GTP).

No aspecto de formação continuada de mão de obra, a expectativa é de fechar 2017 com a média de treinamento/ano por empregado de 55 horas. A CSP investe fortemente na capacitação de empregados, totalizando até o momento R$ 185 milhões em treinamento local, em outros Estados e fora do país. O valor inclui treinamentos em segurança do trabalho, formação de operadores em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Ceará (Senai-CE), treinamento operacional e sistemas de controle, treinamento em ambientação de novos operadores em outras siderúrgicas do país, transferência de tecnologia da Coreia do Sul e treinamentos de supervisores na Indonésia.

Além disso, a empresa implantou este ano o Programa Jovem Aprendiz CSP, com uma edição especial voltada para a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e o 1º Programa de Estágio CSP, este último em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC) e que está sendo ampliado para outras instituições.

 

Principais números

Capacitação profissional para a operação da CSP

Investimento: R$ 5 milhões

Período: 2015 a 2016

Beneficiados: 1.500 profissionais da região qualificados em 22 modalidades e 53 turmas

 

Programa Jovem Aprendiz CSP

Investimento: R$ 1 milhão em 2017

Período: 2017 a 2021

Beneficiados: 350 moradores das comunidades vizinhas em cinco anos

 

Programa de Estágio CSP

Período: a partir de 2017

Beneficiados: 32 estagiários da Universidade Federal do Ceará já estão na CSP e serão mais 12 vagas em 2018

SAIBA MAIS