Placas

A CSP produz um portfólio completo de placas de aço, com um mix voltado para atender a todas as necessidades dos mais diversos tipos de indústrias, desde a construção naval até a produção de plataformas de petróleo e torres eólicas. Conheça os nossos principais produtos.

 

Placas de aço de médio carbono

As placas de aços de médio carbono contêm até 0,34% de carbono e possuem maior resistência e dureza se comparado aos aços de baixo carbono. São utilizados para usos estruturais gerais na construção civil, indústria automotiva e indústria de bens de capital. Também se destinam a componentes de baixa e média resistência para a construção naval.

 

Placas de aço de baixo carbono

São placas que possuem entre 0,02% e 0,08% de carbono. Apresentam baixa resistência mecânica, dureza, alta flexibilidade, tenacidade e boa soldabilidade. Entre as suas aplicações estão peças automotivas diversas, perfis e tubos estruturais, construção civil e latas de folhas-de-flandres.

 

Placas de aço de ultra baixo carbono

São placas com teor de carbono abaixo de 0,0090%. Apresentam excelente plasticidade e, por isso, se destinam à fabricação de peças submetidas a conformação e estampagem extra profunda, com design arrojado e complexo. São utilizadas extensamente nas indústrias automotiva e de eletrodomésticos da chamada “linha branca” (geladeira, fogão, microondas e freezer, por exemplo).

 

Aço HSLA (aço de alta resistência e baixa liga)

Têm microadições de elementos de liga como o nióbio, titânio e vanádio e passa por tratamentos termomecânicos. Como resultado, é mais resistente do que o aço de carbono convencional. Outras características são a flexibilidade, boa conformabilidade e soldabilidade. Por isso, se destina principalmente à construção naval, de plataformas de petróleo, civil e de silos; torres de energia eólica e de transmissão de energia; equipamentos de mineração; longarinas de veículos e indústria de bens de capital.

 

Aço API

É um tipo de aço certificado pelo American Petroleum Institute (API), associação das indústrias de petróleo e gás natural responsável por criar normas e procedimentos para as indústrias de petróleo. Para receber a classificação de API, o aço deve seguir especificações rígidas, como limite de escoamento, limite de resistência, tenacidade a baixa temperatura, sanidade interna e composição química. As aplicações típicas são tubulações e tanques na indústria de petróleo e plataformas marítimas (fixas e flutuantes).

 

Aço peritético

São aços com carbono na faixa de 0,08% a 0,13%, que se destacam em função dos cuidados especiais adotados no lingotamento (processo de solidificação) para se evitar defeitos superficiais. São destinados a usos estruturais gerais na construção civil, indústria automotiva, indústria de bens de capital e componentes navais de média resistência.

Clique aqui e conheça as diretrizes para produção de placas de aço.