Notícias

Fórum de Desenvolvimento de Fornecedores realiza II Workshop

O II Workshop do Fórum de Desenvolvimento de Fornecedores reuniu 340 pessoas no auditório do Campus Avançado do IFCE no Pecém, na manhã desta quinta-feira, 6/12. Estiveram presentes fornecedores do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), consultores, empreendedores, profissionais de suprimentos e estudantes, para conhecer as oportunidades e os desafios do desenvolvimento regional. Com o Dia do Fornecedor Local, uma ferramenta do fórum, foram realizadas cerca de 500 reuniões de negócios, sem contar as reuniões rotineiras que englobam fornecedores de outros locais também.

Na abertura do evento, o presidente da Associação das Empresas do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (AECIPP) e gerente geral de Relações Institucionais e Comunicação, Ricardo Parente, ressaltou a importância das instâncias pública, privada e sociedade civil sentarem na mesma mesa para a obtenção de resultados sustentáveis para todos. “O CIPP representa uma nova ordem industrial e logística para o Ceará”, destacou.

O coordenador do Fórum de Desenvolvimento de Fornecedores e gerente geral de Suprimentos, Marcus Lemos, ressaltou que, atualmente, oito empresas de diferentes segmentos participam do Fórum. São do ramo cimenteiro, energia e siderurgia, por exemplo. Marcus ressaltou o desafio e o potencial de incrementar as compra dessas empresas com fornecedores locais. De todas as compras dessas empresas juntas, 20% são de fornecedores cearenses.

O evento foi encerrado com o talk show. Responderam perguntas da plateia Victor Samuel, secretário de Infraestrutura de São Gonçalo do Amarante, diretor de operações do Porto do Pecém, Waldir Sampaio, a diretora de sustentabilidade da Approach Comunicação, Bernadete Almeida, além de Marcus Lemos e o próprio Ricardo.

Boas práticas
O consultor da McKinsey, Felipe Araújo, apresentou boas práticas realizadas em relação ter bons fornecedores. Ele destacou o potencial do CIPP e que a mudança de mentalidade dos fornecedores não é de curto prazo e exige um trabalho permanente.

1 – Seleção com análise completa do fornecedor
2 – Seguir abordagem metódica e estruturada
3 – Estabelecer sistemas, estruturas e alocar recursos necessários para isso
4 – Monitorar performance
5 – Capacitar fornecedor para assegurar a sustentabilidade
6 – Impulsionar a transformação comportamental para elevar as aspirações do compromisso de longo prazo

Como surgiu o Dia do Fornecedor Local
O Dia do Fornecedor Local nasceu durante o I Workshop de Desenvolvimento de Fornecedores, realizado em 2017, por meio do Fórum de Desenvolvimento de Fornecedores.

SAIBA MAIS