Notícias

Moradores de comunidades vizinhas à CSP conhecem nossos trabalhos e resultado ambientais

Realizamos a primeira visita de comunidade desde o início da Pandemia de Covid-19, em março deste ano. Como todas as mais de 40 ações internas e externas de controle e cuidado com a saúde implantadas, recebemos três moradoras da Varjota, de São Gonçalo do Amarante. Estiveram conosco a Niza (Damianista de Castro Martins), o Naldo (Lucinaldo Correia de Oliveira) e o Nilton Cruz. Foi uma manhã intensa de visita aos equipamentos ambientais da CSP; informações detalhadas de como trabalhamos a sustentabilidade ambiental e a retirada de todas as dúvidas dos presentes.

Logo que os visitantes chegaram, foram conhecer o Pátio de Matérias-Primas in loco, inclusive na sala de controle, para saber como é feita a aspersão de água e a aplicação do polímero que impede quase que totalmente a levada de material particulado pelo vento. O vento, que é mais forte no segundo semestre do ano no Ceará, já chega com sua velocidade reduzida na área de armazenamento, em função da Barreira Verde, que é formada por centenas de árvores nativas plantadas pela empresa para este fim.

“Há estudos internos para montar a estratégia de qual a melhor forma de umectar as pilhas de carvão; qual o melhor horário para a aspersão e qual a quantidade de água a ser utilizada. É importante ressaltar que todo o pátio tem um revestimento impermeável que impede mudar as caraterísticas do solo. Além disso, toda a água usada é captada e recirculada no processo”, explicou Cláudio Fasollo, nosso gerente de Recebimento e Abastecimento do Pátio de Matérias-Primas.

 

Melhorias contínuas

O coordenador de Meio Ambiente, Leonardo Veloso, apresentou todos os equipamentos e controles ambientais da CSP durante a visita, como a recirculação de água; o tratamento do efluente que é descartado; o reaproveitamento de gases e a geração da própria energia. Tudo para que tenhamos o máximo de eficiência operacional.

“A CSP já nasceu com as melhores tecnologias e procedimentos do mundo. E não nos contentamos com cumprir a legislação. Fazemos muito melhor do que a legislação pede e todos os dados são públicos, pois são fiscalizados por órgão estaduais, federais e internacionais, já que exportamos nossas placas de aço e também temos financiamento internacional. A questão ambiental é um valor inegociável para a CSP”, destaca Veloso.

O gerente de Saúde e Qualidade de Vida, o médico Ricardo Galli, também tirou dúvidas e questionamentos dos visitantes. A visita finalizou no início da tarde, com um almoço no restaurante da CSP, que está com sua capacidade reduzida e com diversos protocolos de segurança e saúde em função da Pandemia de Covid-19.

Obrigado pela visita da Niza, do Naldo e do Nilton. Seguimos com as portas abertas para dialogarmos na construção de uma convivência harmoniosa, justa e respeitosa entre a empresa e as comunidades próximas.

LEARN MORE