Notícias

Empregado cearense da CSP vence etapa regional das Américas no Desafio Internacional do Aço

A equipe vencedora contou ainda com Marcelo Angelotto e Daniel Gouveia, também analistas na CSP e destaques em edições passadas da competição.

O Ceará é destaque, mais uma vez, no “Desafio Internacional do Aço”. O cearense, formado pela Universidade Federal do Ceará (UFC), Bruno Galdino, foi campeão regional das Américas no 15ª Steel Challenge, na categoria Indústria. Bruno é analista de vendas da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). A final será disputada no dia 12 de abril de 2021, de forma online. A equipe vencedora contou ainda com Marcelo Angelotto e Daniel Gouveia, também analistas na CSP e destaques em edições passadas da competição.

Estou feliz e realizado. Agradeço a Deus e aos meus companheiros de equipe. Mais uma vez, o nome do nosso Estado está entre os melhores da siderurgia do mundo, demonstrando que somos capazes de competir e vencer desafios”, comemora Bruno.

Marcelo, que já é experiente na disputa, comentou que essa vitória mostra o quanto o Ceará, por meio da CSP e dos profissionais que são formados localmente, tem força na metalurgia. “A UFC tem gerado profissionais cada vez melhores e mais capazes de atender a demanda do mercado siderúrgico nacional. E a gente tem conseguido levar os nomes do estado e da CSP para o patamar mundial”, destaca.

A vitória é motivo de orgulho para os participantes, familiares, colegas e para o Ceará. Daniel avalia que a experiência na CSP foi importante no preparo para competição. “Este ano, teve ainda algo muito especial e particular para mim, pois o desafio desta vez consistiu na preparação do aço no Refino Secundário, área na qual ocupei meu primeiro cargo na CSP, como analista de processo, seguido do Lingotamento Contínuo de três panelas de aço, área em que atuo como analista atualmente. Ou seja, toda minha experiência adquirida na CSP pode ser aplica nas duas áreas que compunham o desafio…logo, não podia dar outra!”, compartilha.

 

Histórico vencedor

A CSP tem uma construção de vitórias no SteelChallenge. Conheça os empregados que já se destacaram.

2016 (10ª edição) – Marcos Daniel é campeão mundial

2017 (11ª edição) – Mateus Paulino é vice-campeão mundial

2018 (12ª edição) – Marcelo Angelotto e Hana Coelho, respectivamente, ficam em 2º e 3º lugares na etapa regional (Américas do Norte e do Sul)

2019 (13ª edição) – Marcelo Angelotto é campeão regional das Américas na categoria Industrial, ao lado de Daniel Gouveia.

Que desafio é esse?

O Steel Challenge acontece anualmente, por meio de um simulador online. Os competidores têm 24 horas para alcançar o melhor resultado. O preparo, porém, começa meses antes, com estudos e simulações em equipe.  Todo ano, a organização mundial do aço (World Steel Association) escolhe processos siderúrgicos diferentes para o campeonato.

Este ano, a competição consistiu em simular corridas de aço no refino secundário (processo de ajusta na composição do aço), seguido do lingotamento contínuo (processo de corte e solidificação do aço). Os vencedores foram os que simularam o melhor input de carga e rota de processo, resultando no menor valor do dólar por tonelada de aço.

 

LEARN MORE