Nossa Relação com a Comunidade

Com a responsabilidade de ser a primeira usina siderúrgica integrada na região Nordeste, a CSP traz em seu DNA o compromisso com a sustentabilidade, o cuidado com as pessoas e o desenvolvimento regional. A companhia possui diretrizes que são focadas na atuação social desde seus primórdios, quando foram realizados os estudos iniciais para o licenciamento ambiental. Essas diretrizes se consolidam na fase de produção, como expressão do direcionamento estratégico e política de gestão da companhia.

Em sintonia com esse valor de desenvolvimento endógeno da região, a construção de um permanente diálogo com as comunidades vizinhas é fundamental para a sustentabilidade do negócio.

Por isso, a siderúrgica investe em iniciativas voltadas para eixos estratégicos como a inclusão social, promoção da cidadania, qualidade de vida, incentivo ao empreendedorismo e associativismo e apoio a ideias e soluções inovadoras.

O apoio e desenvolvimento de projetos sociais, culturais e incentivo ao empreendedorismo local já chegam a R$ 30 milhões, beneficia em torno de 20 mil pessoas direta e indiretamente nos municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia.

Um dos projetos sociais, em especial, buscou contribuir com a preservação e fortalecimento da diversidade cultural com foco na identidade local através da história de vida dos moradores. O livro “Todo lugar tem uma história para conta – memórias de São Gonçalo do Amarante e Caucaia” traz relatos de pessoas das comunidades e suas relações com o território (físico e simbólico). O conjunto dessas histórias constitui um painel multifacetado e rico das comunidades. Durante o trabalho, mais de 100 ao todo vozes foram ouvidas, registradas e sistematizadas. Essa publicação demonstra um pouco do orgulho que a CSP sente da região onde está inserida e de seu universo cultural.”